Catho Online no Jornal da Tarde

O Jornal da Tarde publicou hoje uma matéria sobre as oportunidades de estágio no início do ano.

Lucio Tezotto, gerente de atendimento da Catho Online, participou da reportagem. Confira!

É tempo de caça a novos talentos

Março é um dos melhores meses para obter estágio: há 22 mil vagas só em SP

Quem está procurando um estágio deve aproveitar este mês para conseguir a vaga e dar início à carreira profissional. Março é o último mês do período que concentra o maior número de oportunidades para os estudantes, com cerca de 22.600 vagas só no Estado de São Paulo, 70 mil em todo o Brasil.

De acordo com as empresas de seleção, nos três primeiros meses do ano, costuma haver a maior oferta de vagas de estágio por uma questão sazonal: muitos estudantes se formam no fim do ano anterior e são contratados ou deixam as empresas em busca da continuidade na carreira profissional. “A reposição normal do mercado acaba neste mês. Grandes empresas realizam as inscrições dos programas de estágio agora. Depois, só ano que vem”, afirma Seme Arone Junior, presidente da Associação Brasileira de Estágios (Abre).

Em São Paulo, as oportunidades vão desde pequenas empresas até gigantes multinacionais. No entanto, antes de sair “atirando para todos os lados”, o estudante precisa analisar o que ele quer profissionalmente para saber se o tamanho da empresa e o setor em que ela atua podem interferir na escolha do local onde se quer começar uma carreira.

“O caminho não é o tamanho da empresa para quem vai entrar no mercado de trabalho, mas sim o que essa companhia, seja pequena ou grande, tem a oferecer dentro dos seus objetivos profissionais”, aconselha Lucio Tezotto, gerente de atendimento da Catho Online.

Os especialistas em carreiras apontam que a vantagem para quem se coloca em uma grande empresa é poder participar de grandes projetos que visam o futuro da companhia. O setor de estratégia das maiores empresas busca inovações dentro do mercado, e pode ser um diferencial participar desse desenvolvimento. Como desvantagem está o fato de que o estagiário terá um trabalho bem definido, participando pouco de outras áreas.

Em contrapartida, nas pequenas empresas há mais espaço para a participação do estagiário. É grande a possibilidade de o estudante ter mais liberdade para dar opinião e ser parte integrante de projetos dessa empresa. Porém, as estratégias são mais limitadas, já que a inovação nem sempre ocorre nas companhias de menor porte, alertam os especialistas.

O estudante de Administração Luiz Paulo Guimarães Costa, de 22 anos, está no último ano do curso e atrás de um estágio. A preferência é por uma empresa pequena ou média. “Acredito que tenho mais chance de crescer junto a empresas menores. Esse é o meu plano de carreira”, conta.

Para a consultora da Cia de Talentos, Halina Matos, o candidato deve priorizar o que a empresa tem a oferecer. “A escolha deve depender do aprendizado que a empregadora tem a oferecer. Veja se a companhia tem o perfil de formadora de profissionais e valorização de talentos”, diz.

Deixe uma resposta