Catho Online no Jornal da Tarde

Aumente suas chances

A forma como o candidato se apresenta e se expressa conta pontos na avaliação

Após caprichar no currículo entregue na empresa onde você deseja trabalhar, chega a tão esperada boa notícia: a entrevista de emprego. Após dias, ou até messes, de espera, é o momento de mostrar pessoalmente suas qualidades para conquistar a vaga. E nessa hora não pode haver erros, pois o entrevistador avalia o comportamento e a preparação do futuro empregado. “A entrevista de emprego é um momento extremamente profissional, onde o candidato deve mostrar suas habilidades técnicas e comportamentais que podem contribuir para a empresa que oferece o cargo”, explica Carolina Stilhano, gerente de comunicação da Catho Online.

Além de chegar pontualmente ao local marcado, a maneira de se apresentar é fundamental, segundo especialistas. “Vestir-se adequadamente passa uma imagem de seriedade e profissionalismo e a primeira impressão que fica para o entrevistador conta muitos pontos na avaliação”, observa Beatriz Maria Braga, professora da Escola de Administração de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-Eaesp) e especialista em gestão de pessoas. Isso significa usar roupas formais, como ternos para homens e conjuntos de blazer e calça (tailleurs) para mulheres (saiba mais ao lado).

A forma de se comunicar deve ser moderada. “O importante é o equilíbrio, isto é, não se pode ser brincalhão ou amável em excesso, mas também não se deve ser extremamente sério”, aconselha a professora Beatriz.

De acordo com Cláudia Callé, consultora de recrutamento e seleção da Ricardo Xavier Recursos Humanos, quem avalia o candidato consegue, na entrevista, conhecer o perfil da pessoa interessada na vaga. “Por isso é preciso expor as experiências profissionais com objetividade, clareza e transparência. Ser superficial ou lacônico pode passar a ideia de que a pessoa não tem, de fato, aquela experiência relatada no currículo”, destaca. Ser sincero e ético o tempo todo é importante porque, dependendo do processo seletivo, pode haver mais de uma entrevista e qualquer divergência de informação será notada pelos avaliadores, diminuindo as chances de aprovação. Outra atitude fundamental é conhecer a cultura da empresa onde se pretende trabalhar. “É preciso ler sobre a empresa e entender seu ramo de atuação”, completa Cláudia.

HABILIDADES

“A entrevista de emprego é um momento extremamente profissional, onde o candidato deve mostrar habilidades técnicas e comportamentais que contribuem para a empresa”, afirma Carolina.

Terno e tailleur escuros são as roupas preferidas

A escolha da roupa para usar durante a entrevista não é meramente uma questão de vaidade. É, na verdade, o primeiro item observado durante os processos seletivos. “Ter uma boa aparência e estar vestido adequadamente para a entrevista deixará o profissional mais seguro e o selecionador terá uma primeira boa impressão do candidato”, destaca Carolina Stilhano, gerente de comunicação da Catho Online. Segundo uma pesquisa da empresa – “A Contratação, a Demissão e a Carreira dos Executivos Brasileiros” -, divulgada no fim de 2009, os ternos nas cores azul marinho e preto são os preferidos dos profissionais selecionadores (tanto homens como mulheres), com 36,1% e 43,2% de preferência, respectivamente. “Caso o profissional não tenha um terno de uma dessas cores, deve escolher uma cor que seja sóbria, como o cinza, por exemplo”, aconselha Carolina. Os sapatos e meias devem ser pretos e o uso da gravata não é tão essencial para cargos de analista e supervisão.

No caso das mulheres, o tailleur (33,5%) e o terninho de cor neutra (com 47,6%) são as opções favoritas, segundo o estudo. O sapato deve ser clássico e elegante, como o modelo scarpin. A maquiagem deve ser leve e os acessórios discretos.

Deixe uma resposta