Milene Amaral: novos desafios na carreira

Milene new2A analista de atendimento Milene Amaral, 32 anos, conta que conseguiu emprego por meio do nosso site no segundo dia cadastrada na promoção dos 7 dias gratuitos.

Durante o período de 2001 a 2008, Milene teve muitas experiências no setor de negócios bancários e quando foi demitida, confiou na Catho para mudar de segmento.

Confira, a seguir, um pouco mais da história de sucesso da paulistana.

Como estava sua carreira quando decidiu assinar a Catho?

Eu trabalhei muito tempo como bancária, comecei com 19 anos, cursei a faculdade de Administração dois anos depois, passando por duas instituições financeiras. Nesta última, houve um corte em diversas áreas, acabei sendo demitida, e a Catho foi uma indicação de um ex-namorado que já havia utilizado o site na época.

Quanto tempo demorou a voltar ao mercado?

Estava pra receber as últimas parcelas do seguro-desemprego, e comecei a ficar apreensiva, então meu ex-namorado fez o cadastro no site e preencheu meu currículo. Eu me candidatei a diversas vagas, até que fui chamada no segundo dia, fiz a entrevista e passei. Trabalhei num projeto para uma empresa durante 6 meses.

E depois aconteceu a mudança de área…

Sim, ao término do projeto, fui indicada para trabalhar como analista em uma seguradora e permaneci por mais alguns anos neste ramo.

E utilizou a Catho para se recolocar no mercado mais uma vez.

Exato, a recolocação foi bastante rápida também, cerca de três meses. Fui contratada para atuar como analista de atendimento personalizado em uma corretora de câmbio e valores mobiliários.

Como está sua adaptação na empresa? Supriu suas expectativas?

Supriu e está sendo muito produtivo porque estou encarando como um desafio. A empresa está passando por mudanças na gestão e novos alinhamentos, é a minha primeira experiência em relação a isso, e eles estão dando todo o apoio e orientação para que eu possa desenvolver o meu trabalho.

Satisfeita com o emprego novo, e agora?

Agora meu objetivo é me estabelecer na empresa, aprender um pouco mais da minha área de atuação, e a meta para daqui 6 meses é procurar uma especialização para aprimorar minha carreira dentro da própria organização.

Qual conselho você dá para os candidatos que querem uma recolocação rápida?

Eu já passei por diversos processos seletivos em várias empresas, de pequeno porte a multinacionais, e pude perceber que é importante para o candidato saber identificar o perfil de cada uma delas. Pesquisar a história, a procedência, como é o ambiente de trabalho, hoje em dia a internet facilita muito isso, a maioria das empresas tem sites e por lá você consegue saber se o lugar é moderno, se segue a linha mais tradicional, etc. Só isso já garante uma preparação maior para o segundo passo que é a entrevista, e consequentemente, a porta aberta para o emprego.

Deixe uma resposta